Manchetes

Menu

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

A Parábola de Jesus das dez virgens?

Resultado de imagem para A Parábola de Jesus das dez virgens?

Pergunta de Ani, João Pessoa / PB e resposta de Prof. Odalberto Domingos Casonatto, em 2 de julho 2014

Olá Ani de João Pessoa / PB!

A Parábola das dez Virgens é uma das mais conhecidas parábolas de Jesus. Já ouvimos inúmeras vezes, quase temos gravadas em nossa memória. Esta parábola de Jesus aparece apenas em um dos quatro evangelhos. O Evangelho de Mateus, 25,1-13, apresenta a narrativa da Parábola. A temática da parábola é claramente escatológica: um convite para estar preparado ao Juízo Final.

Esta parábola foi uma das mais populares durante o período Idade Média, exerceu enorme influência sobre a arte gótica na construção das Catedrais européias, esculturas das imagens das dez virgens encontramos nos portais das catedrais alemãs e francesas de uma beleza vislumbrante.

Catedrais como de Freiburg im Breisgau,

Catedral de Amiens (Notre-Dame d'Amiens),

Catedral de Basel, ca. 1280,

Catedral de Bern,

Catedral de Notre-Dame de Paris,

http://perguntebiblia.comunidades.net/26-a-parabola-de-jesus-das-dez-virgens

Strasbourg, Saint-Pierre-le-Jeune, igreja evangélica etc...

Uma festa de casamento na Palestina

A narrativa da Parábola acontece em uma festa de casamento, com todos os personagens que envolvem. É costume da região estas festas durarem dias, e o acontecimento principal era o encontro do noivo com a noiva. Para este encontro esperado as amigas da noiva (virgens) permaneciam com a noiva na espera ritual da chegada da comitiva do noivo formada por ele e seus amigos. Após o encontro, a festa tinha o início selando a união matrimonial.

Quem é o noivo da Parábola:

O noivo é claramente Jesus que chega para unir-se a sua noiva, a comunidade cristã (todas as comunidades)

Quem é a noiva:

A noiva é a comunidade cristã.

Quem são as dez virgens.

As dez virgens são as almas cristã, os batizados, os crentes, que estão desposados com Cristo, o esposo único conforme 2 Cor 11,2:

Experimento por vós um zelo semelhante ao de Deus. Desposei-vos a um esposo único, a Cristo, a quem devo apresentar-vos como virgem pura”. (2 Cor 11,2)

Note Bem: aqui Paulo representa o amigo do esposo que apresenta a sua noiva. Esta imagem vem do Antigo Testamento onde o amor de Iahweh por seu povo preferido, vem simbolizado pelo amor do esposo e da esposa (conf. Jr 2,1-7; Ez 16,23. No Novo Testamento novamente reaparecem comparações com as mesmas imagens (conf. Mt 22,2; 25,1; Jo 3,28-29)

Esta metáfora que encontramos no Novo Testamento na Parábola das dez virgens vem exprimir a relação de amor e fidelidade entre Deus e o seu povo, que o Antigo Testamento constrói e reaparece no Novo Testamento entre Cristo o filho de Deus com o novo Povo de Deus, os batizados. Esta Parábola é considerada uma das mais conhecidas e eficazes de toda a tradição encontrada nos escritos sagrados da Bíblia.

Ani! A dificuldade de chegar a compreensão dos elementos desta Parábola, o noivo, noiva, e as 10 virgens, é compreensível. De fato não entendemos na primeira leitura. Confundimo-nos quando queremos interpretar o sentido da noiva e as 10 virgens. Melhor e entender assim: a noiva sendo a (s) comunidades e as 10 virgens como sendo os membros batizados desta comunidade caminhando para um final ou acerto de contas, (esta parábola tem sentido escatológico).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Slide

Google+ Followers

Oração de São Francisco


Oração de São Francisco de Assis Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvida, que eu leve a fé; Onde houver erro, que eu leve a verdade; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; Onde houver trevas, que eu leve a luz. Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna. Amém