Manchetes

Menu

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Quarta-feira retoman as audiências, mas devido ao calor na Aula Paolo VI

Não na praça de São Pedro onde se esperam temperaturas acima de 35º

Foto arquivo Aula Nervi (Osservatore © Romano)

Foto Arquivo Aula Nervi (Osservatore © Romano)

(ZENIT – Cidade do Vaticano, 31 Jul. 2017).- Este 2 de agosto retomam as audiências gerais de quarta-feira em que o Papa Francisco faz sua catequese e cumprimenta os milhares de peregrinos que vieram a Roma, querendo vê-lo e ouvi-lo pessoalmente.

Entretanto, devido ao calor intenso do mês de agosto, as duas primeiras audiências serão realizadas na Aula Paulo VI do Vaticano e não na praça de São Pedro, onde se esperam temperaturas acima dos 35º, devido a uma frente quente da África.

As últimas catequeses foram sobre o tema da esperança, virtude que o Papa definiu como uma vela que recolhe o vento do Espírito Santo que empurra o navio, que não decepciona, porque se baseia na fidelidade do seu amor de para conosco.

A Aula Paulo VI o Sala Nervi, como ela tambem é conhecida pelo nome do arquiteto que a projetou, tem capacidade para 6.000 pessoas e um sistema de ar condicionado eficiente, alimentado por 2.400 painéis solares fotovoltaicos.

A praça em cambio pode conter até 50 mil pessoas, mas o calor do verão colocaria em risco muitas pessoas, particularmente os idosos. A terceira e quarta audição agosto, em vez poderia ser na praça, dependendo do clima.

Sempre falando de clima, devido à seca que está sofrendo Itália desde três meses, e ao apelo das autoridades para economizar água, o Vaticano tem fechado as fontes de água.

Fonte: Zenit

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Slide

Google+ Followers

Oração de São Francisco


Oração de São Francisco de Assis Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvida, que eu leve a fé; Onde houver erro, que eu leve a verdade; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; Onde houver trevas, que eu leve a luz. Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna. Amém